Investigação de Maus Tratos

Detetive Particular: Investigação Casos de Maus Tratos idosos, animais, e crianças

Segundo dados do Estatuto do Idoso, cerca de 38 mil idosos sofrem de maus-tratos por parentes em sua própria casa ou até mesmo em asilos, por isso vem crescendo cada vez mais a procura em contratar Detetive Particular Investigação Casos de Maus Tratos idosos, animais, e crianças. pode ajudar a identificar e prender os responsáveis por cometer tais atos, ou até mesmo conseguir uma indenização. O indivíduo que comete esse delito normalmente é um membro da família, ou pessoa próxima. Os cuidadores de idosos, funcionários da área de saúde ou de casas de repouso também podem cometer tal crime.

 

A faixa etária da idade dos idosos que registram queixas contra violência física é de 60 a 69 anos, sendo mais de 70% mulheres, independente da classe social. Cerca de 80% dos idosos estão sendo vítimas de espancamento, assédios, estupros, abusos, cárcere privado, greve de fome, entre outros.

 

O serviço de um Detetive Particular Investigação Casos de Maus Tratos é entrar com estratégias e precisão no caso, com intuito de desvendar mistérios e retratar da melhor forma os fatos com filmagens, gravações de áudio ambiental e fotografias, materiais que pode te auxiliar na hora de registrar uma ocorrência ou mostrar a verdade do ocorrido em uma audiência.

 

Já diz o ditado, que contra fatos não há argumentos, mas para que isso gire a favor da vítima é preciso ter provas concretas em mãos, provas que poderá ser solicitado por um advogado, ou até mesmo para auxiliar a polícia na hora da ocorrência e apreensão. As pessoas idosas podem ser maltratadas através de coisas feitas ou ditas ou por serem privadas das coisas que lhes são necessárias. Os maus tratos normalmente se tornam frequentes e severos com o tempo.

 

Os tipos mais comuns de maus tratos a idosos são o abuso físico, abuso sexual, abuso psicológico, negligência e abuso financeiro.

 

Como o Detetive age na Investigação e Identificam os tipos de abuso a e Maus Tratos idosos, animais, e crianças

 

O abuso físico é o uso da força para machucar ou ameaçar de machucar.

Exemplo: golpear, empurrar, sacudir, bater, restringir e forçar a alimentação.

Algumas indicações de abuso físico são lesões inexplicáveis ou lesões que não são tratadas de forma adequada, queimaduras, marcas de corda ou fio, óculos quebrados ou outros pertences pessoais danificados, arranhões, cortes e hematomas.

 

Já o abuso sexual é a relação não consensual com o idoso, de forma totalmente forçada, levando o idoso até mesmo a sofrer diversas ameaças

 

Exemplo: toques íntimos indesejáveis e estupro. Hematomas em volta dos seios, da área genital e na área bucal pela prática forçada de sexo oral ou sangramentos vaginal ou anal são indícios desse tipo de abuso. Porém, nem sempre o abuso sexual deixa lesões físicas! O psicológico abalado e o medo aparente podem ser ainda mais prejudiciais.

 

Abuso psicológico é o uso de palavras ou ações que causam estresse emocional ou angústia.

Exemplo: ameaçar, insultar, xingar e ser grosseiro não somente ao falar, mas ao modo de se expressar também.

Tratar o idoso como criança, algumas vezes com o objetivo de encorajar a pessoa a se tornar dependente do agressor

As pessoas que são psicologicamente abusadas podem se tornar passivas e isoladas, ansiosas ou deprimidas.

 

Negligenciar também é uma forma de abuso. Não fornecer comida, medicamentos, higiene pessoal ou outras necessidades são exemplos disso. Alguns idosos se auto negligenciam. Outros são negligenciados por sua família ou cuidadores. As necessidades podem ser negadas intencionalmente ou simplesmente esquecidas ou descuidadas por irresponsabilidade. Sinais de negligência também podem incluir:

  • Perda de peso por desnutrição;
  • Desidratação;
  • Falta de higiene;
  • Dores e úlceras por manter o idoso por longos períodos em uma única posição
  • A falta de acessórios e atividades necessárias, como óculos de grau, aparelhos auditivos, dentaduras, assistir a programação da tv, rádio, dentre outros;
  • Não levar o idoso às consultas médicas programadas.

 

Algumas pessoas não tem consciência do tamanho da gravidade que é negligenciar à saúde física e psicológica de alguém, principalmente quando se trata da pessoa idosa. A família ou cuidadores podem não perceber ou simplesmente não quererem dar um cuidado apropriado e adequado a estes que já viveram muito e lutam para viver um pouco mais. Às vezes, a negligência é resultado de circunstâncias desesperadas, como dificuldades financeiras, mas mesmo assim é injustificável qualquer conduta negligente com o idoso. Muitas das vezes os cuidadores ou a própria família são incapazes de fornecer o cuidado adequado por causa de suas próprias limitações físicas ou comprometimento mental, ou simplesmente pela falta de vontade mesmo.

 

 

Abuso financeiro é a exploração dos recursos e posses de uma pessoa – Investigação de Maus Tratos

 

Exemplo:

  • Pressionar um idoso a lhe entregar seus bens de valor;
  • Tomar posse do dinheiro de um idoso e usá-lo de maneira irresponsável;
  • Gastar a maior parte da renda de um idoso consigo mesmo e dar ao idoso apenas uma quantia mínima – ou as vezes, nem isso;
  • Limitar a liberdade de um idoso para tomar decisões importantes em sua vida ou simplesmente não permitir que o idoso possa tomar essas decisões.

 

Fique atento! Ao menor sinal de maus tratos à quem você ama ou à alguém próximo, contrate um detetive Malloy . Todo o cuidado e sigilo são garantidos.