Investigação Particular: Até onde pode ir o trabalho de um detetive?

Investigação Particular: Até onde pode ir o trabalho de um detetive?

Os papéis de detetives particulares e policiais são muitas vezes confusos. As pessoas muitas vezes pensam que os detetives particulares podem fazer qualquer coisa que a polícia pode fazer, mas esse não é o caso. Existem diferenças importantes entre as duas profissões, incluindo Investigação Particular o escopo de seu trabalho e as limitações impostas a eles.

Investigação Privada x Investigação Policial: Até onde pode ir o trabalho de um detetive?

Detetives particulares são contratados por indivíduos ou empresas para conduzir investigações. Eles podem ser solicitados a encontrar alguém, coletar evidências em um caso civil ou criminal ou rastrear pessoas desaparecidas. Os investigadores particulares devem seguir as leis estaduais e federais, bem como as regras estabelecidas por sua agência de licenciamento.

Os policiais são funcionários de agências governamentais que fazem cumprir as leis e investigam crimes. Eles têm o poder de fazer prisões, portar armas de fogo e usar a força, se necessário. Os policiais também devem seguir as leis estaduais e federais, bem como as regras estabelecidas por seu departamento.

O escopo do trabalho de um detetive particular Investigação Particular é limitado por lei e regulamento. Detetives particulares não podem infringir a lei para obter provas. Eles também não podem usar certos métodos de investigação, como escutas telefônicas ou vigilância sem ordem judicial. As penalidades por infringir a lei podem incluir perda de licença, prisão e multas.

As limitações do trabalho dos policiais são muito mais amplas. Os policiais podem usar força letal, se necessário, e não são obrigados a obter um mandado antes de realizar buscas ou apreensões. No entanto, os policiais devem ter uma causa provável para acreditar que um crime foi cometido antes que possam fazer uma prisão.

A diferença entre um detetive de polícia.

Papéis e responsabilidades.

Um detetive particular é um investigador que trabalha para indivíduos ou organizações, e não para o governo. Os detetives particulares geralmente fazem o mesmo trabalho que os detetives da polícia, mas existem algumas diferenças importantes entre os dois.

A diferença mais óbvia é que os detetives particulares não são policiais juramentados. Isso significa que eles não têm os mesmos poderes que os policiais. Por exemplo, eles não podem fazer prisões ou portar armas na maioria dos estados.

Outra diferença é que os detetives particulares costumam trabalhar em casos que não são considerados crimes. Muitas vezes, eles são contratados para encontrar informações que não estão disponíveis publicamente, como verificações de antecedentes ou pesquisas de ativos. Eles também podem ser contratados para fornecer segurança ou realizar vigilância.

Deveres de um investigador particular.

Os detetives particulares geralmente realizam muitas das mesmas funções que os detetives da polícia, mas existem algumas distinções importantes. Uma diferença fundamental é que os investigadores particulares não são policiais juramentados e, portanto, não têm o poder de fazer prisões ou portar armas de fogo na maioria dos estados.

Outra distinção é que os investigadores particulares normalmente lidam com casos que não são considerados de natureza criminosa; em vez disso, eles podem ser contratados para localizar indivíduos ou ativos, realizar verificações de antecedentes ou fornecer serviços de segurança. Além disso, como os investigadores particulares geralmente trabalham para clientes com objetivos específicos em mente – como pegar um cônjuge infiel ou descobrir fraudes de seguros – seus deveres podem variar muito de um caso para outro.

Em geral, porém, os investigadores particulares podem gastar muito de seu tempo realizando pesquisas, entrevistando pessoas e coletando evidências; eles também podem ser solicitados a testemunhar no tribunal sobre suas descobertas.

Deveres da Polícia.

Os policiais têm uma variedade de deveres relacionados à manutenção da segurança pública e ao cumprimento da lei; esses deveres variam de acordo com a patente e a atribuição de um oficial dentro de um departamento, mas normalmente incluem patrulhar áreas designadas, responder a chamadas de emergência, investigar crimes, fazer prisões e testemunhar em tribunal. Em departamentos maiores, os policiais podem se especializar em um tipo específico de dever, como fiscalização de trânsito ou investigação de homicídio; departamentos menores podem exigir que todos os oficiais desempenhem todas as tarefas.

O escopo do trabalho de um investigador particular.

Investigações que um investigador particular pode conduzir.

Um detetive particular, ou investigador particular (PI), é uma pessoa que pode ser contratada por indivíduos ou grupos para realizar serviços de direito investigativo. Detetives/investigadores particulares geralmente trabalham para advogados em casos civis e criminais.

A maioria das jurisdições exige que os detetives/investigadores particulares sejam licenciados. Para se tornar licenciado, um indivíduo geralmente deve concluir a educação pré-licenciamento e passar em um exame de qualificação profissional. Algumas jurisdições também exigem que os candidatos tenham experiência de trabalho como policial ou em outra função investigativa.

Existem muitos tipos diferentes de investigações que um detetive/investigador particular pode realizar:

Pesquisas de ativos: Uma pesquisa de ativos é realizada para localizar ativos que podem ser usados para satisfazer um julgamento ou dívida. Esse tipo de busca é frequentemente usado em casos de divórcio e em ações de cobrança.

Verificações de antecedentes: Uma verificação de antecedentes é uma investigação do histórico pessoal, profissional e/ou criminal de um indivíduo. As verificações de antecedentes são frequentemente usadas pelos empregadores para selecionar candidatos a emprego e pelos proprietários para selecionar inquilinos. Eles também podem ser usados por indivíduos que estão pensando em entrar em um relacionamento pessoal com alguém (por exemplo, namoro, coabitação, casamento).

Computação forense: Computação forense é a aplicação da ciência da computação e técnicas de investigação para coletar e analisar evidências de computadores e dispositivos de armazenamento digital. Este tipo de prova pode ser usado em tribunal para provar que um crime foi cometido ou para refutar um álibi.

 Investigações que a polícia pode conduzir

A polícia é limitada nos tipos de investigações que pode realizar porque deve seguir as regras estabelecidas pela Constituição dos EUA, leis estaduais e leis federais. A polícia não pode realizar buscas ou apreensões aleatórias; eles devem ter uma causa provável para acreditar que um crime foi cometido antes que eles possam procurar evidências desse crime. Além disso, a polícia não pode interrogar suspeitos sem aviso prévio de Miranda (i 4ª Emenda).

Os tipos de investigações que a polícia pode realizar incluem:

Investigações de homicídio: A polícia investigará homicídios (ou seja, assassinatos) quando ocorrerem dentro de sua jurisdição. A investigação normalmente envolve entrevistas com testemunhas, familiares, amigos e outras pessoas que conheciam a vítima; coleta de evidências físicas da cena do crime; e revisar quaisquer imagens de vídeo ou fotografias que possam ser relevantes para o caso.”

As limitações do trabalho de um detetive particular.

Regulamentos que regem os detetives particulares.

Todos os detetives particulares devem aderir às leis estaduais e federais. Eles não podem infringir a lei para obter provas e devem sempre agir dentro dos limites da lei. Se não o fizerem, eles podem ser acusados de um crime e enfrentar a prisão.

Há também regulamentos que regem como os detetives particulares podem operar. Por exemplo, eles não podem grampear telefones ou invadir computadores sem um mandado. Eles também não podem se passar por outra pessoa para obter informações ou acesso a lugares que de outra forma não poderiam ir.

Sanções por infringir a lei.

Se um detetive particular infringir a lei, ele pode ser multado, preso ou ter sua licença revogada. As penalidades dependem da gravidade da ofensa e se foi intencional ou acidental. Se alguém for ferido ou morto como resultado das ações do detetive, as penalidades podem ser ainda mais severas.

Conclusão

O trabalho de um investigador particular é regido por muitas regras e regulamentos. Eles não têm permissão para infringir a lei e, se o fizerem, podem enfrentar sérias penalidades. Apesar das limitações, os detetives particulares ainda podem conduzir uma ampla variedade de investigações. Seu trabalho pode ser muito importante na solução de crimes e levar os criminosos à justiça. para maiores informações entre em contato no whatssap

Whatsapp Detetive